Descubra como usar o melhor que o Google Arts & Culture oferece


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

O Google Arts & Culture é um projeto do Google Culture Institute que viralizou ao lançar um recurso que encontra os sósias do usuário em quadros famosos. Mas o serviço, disponível em versão web e em app para Android e iOS, vai muito além.

A plataforma reúne milhões de obras de artes e exposições ao redor do mundo. Com a ferramenta Art Camera, é possível dar um superzoom e ver detalhes em telas famosas, que não podem ser observados a olho nu.

Há ainda páginas especiais que exploram a fundo temáticas variadas. Entre elas estão as maiores invenções do mundo, a Segunda Guerra Mundial e uma visita ao Museu Nacional antes do incêndio. O conteúdo textual é aprofundado com fotos, vídeos, visitas virtuais e outros recursos multimídia.

É fã de artes ou só quer ampliar seus conhecimentos sobre o assunto? Então, veja mais sobre essas e outras funcionalidades do Google Arts & Culture.

Comparador de selfies

O comparador de selfies é um recurso disponível somente no app para Android e iOS do Google Arts & Culture. O usuário faz uma foto através do aplicativo e o serviço busca personagens retratados em pinturas que se pareçam com ele.

1. Caso ainda não tenha em seu aparelho, faça o download do Google Arts & Culture em seu smartphone Android ou iOS;

2. Abra o app e toque sobre o ícone de uma câmera, no menu na parte inferior da tela;

Google arts and culture

3. Escolha a opção Art Selfie;

4. Na tela seguinte, enquadre seu rosto no centro da tela e toque no círculo para fazer a foto;

Google arts and culture

5. Aguarde alguns segundos e, em seguida, serão exibidos os resultados. Para ver todos, arraste para o lado;

6. Se quiser compartilhar o resultado com os seus amigos, toque no ícone ao lado do nome da obra e escolha a rede ou mensageiro por onde deseja enviar.

Por perto

A ferramenta Por perto permite encontrar museus e exposições próximas ao usuário. O recurso é ideal para quem está fazendo turismo ou quer encontrar um programa cultural na própria cidade.

No app, a opção pode ser encontrada no ícone de uma espécie de alfinete, situado no menu inferior. Na versão web, o item está disponível na parte superior da tela.

Para usar, é necessário permitir que o Google Arts & Culture tenha acesso à sua localização. Então, é exibido um mapa com os principais museus e exposições na sua região. Há também uma lista, com os locais próximos. Alguns deles, inclusive, podem ser visitados virtualmente.

Google arts and culture

Ao selecionar algum, pode optar por ver as rotas para chegar lá, visitar o site oficial ou Ver no Google Arts & Culture (se houver essa opção). Ao escolher essa última, conseguirá ver exposições online, conferir quadros e peças em exibição ou fazer um tour virtual pelo museu. As alternativas, entretanto, variam de local para local.

A visita virtual funciona da mesma forma que o Google Street View. É possível usar as setas para se movimentar pelos corredores e explorar o local.

Coleções

Em Coleções, é possível conhecer as coleções de obras de diferentes museus, institutos culturais e até mesmo patrimônios em todo o mundo. O item está disponível tanto na versão web quanto nos apps no menu lateral esquerdo, acessível pelo ícone formado por três linhas.

O usuário pode escolher por ver as coleções disponíveis em uma lista contínua, separada por ordem alfabética ou buscá-las em um mapa pelo mundo.

Uma mesma instituição pode ter uma coleção dividida por diferentes temas. A do Museu de Orsay, na França, por exemplo, tem 66 temas distintos, entre Esculturas, Impressionismo, Claude Monet e muitos outros.

Google arts and culture

Depois que clicar sobre aquela que deseja explorar, é só ir à imagem do quadro ou peça para saber mais. Na tela seguinte, há uma explicação sobre a obra. Embora a maioria dos textos esteja em inglês, basta ir na opção Traduzir com o Google para fazer a tradução.

A plataforma permite ainda realizar algumas ações interativas. Ao tocar sobre o ícone de lupa, o usuário consegue dar zoom para ver de perto os detalhes. Se for no bonequinho amarelo (caso haja essa opção), é possível visualizar a obra como se estivesse na sala do museu onde se encontra.

Temas

A seção Temas reúne dezenas de projetos que se aprofundam sobre assuntos específicos. Para abordar cada tema, são produzidas exposições online. O conteúdo pode englobar reportagens supercompletas, slideshow de fotos, vídeos, documentos, documentários, entre outros itens.

Google arts and culture

Dentre os assuntos abordados estão Pride: LGBTQ History and Culture, sobre a história da cultura LGBTQ, e AI: More than human, que reúne artigos sobre a temática inteligência artificial.

Já em Black History and Culture, é possível conferir exposições online sobre a história e cultura negra. O projeto Saving Internet Art mostra iniciativas para a preservação digital de itens de arte.

A nível nacional, está disponível o tema Por dentro do Museu Nacional, que permite visitar as instalações do museu antes do incêndio que o destruiu em 2018.

Em Rio: Além do Mapa, o visitante consegue explorar a cidade de diferentes formas. Seja através das esculturas de bronze espalhadas pelas ruas, entrando nas favelas ou conhecendo o Museu de Arte Moderna do Rio.

Assim como as Coleções, pode ser encontrada no menu lateral tanto da versão web quanto do app.

Experimentos

Google arts and Culture

A seção Experimentos oferece aos usuários uma série de experiências que misturam arte e tecnologia. De acordo com o Google, os projetos são criados por artistas e programadores criativos. Podem ser acessados em Experimentos, no menu lateral do app ou página para web.

É possível conferir alguns deles pelo próprio navegador, outros somente com o app do Google Arts & Culture. Ou então apenas assistir ao vídeo e ver como foi realizada a experiência.

O PoemPortrait, por exemplo, pode ser acessado diretamente do browser. Com ajuda de inteligência artificial, permite criar um poema personalizado a partir de uma palavra dita por você e uma selfie feita na hora. Já no NASA's Visual Universe, o usuário pode explorar o arquivo de fotos de 60 anos da NASA de forma interativa.

Explorar

O item Explorar é ideal para quem deseja vasculhar todas as funcionalidades do Google Arts & Culture em um só lugar. A página reúne os principais destaques e categorias nos quais os conteúdos estão divididos.

Também permite explorar obras, fotos e peças a partir de uma cor escolhida ou por um intervalo de tempo definido. O usuário consegue ainda encontrar as principais coleções disponíveis e checar quais são os temas mais buscados pelas pessoas na plataforma.

Outros recursos do Google Arts & Culture

Além das opções listadas acima, o Google Arts & Culture oferece outros recursos para os apaixonados por artes que também merecem ser destacados. Confira:

Color palette

Disponível apenas no app para smartphones, a função também pode ser acessada através do ícone da câmera (o mesmo que leva ao Comparador de selfies). Em seguida, o usuário deve fazer uma foto para capturar o tom que deseja pesquisar. Então, o programa exibirá quadros, peças e fotos com a mesma cor.

Art Camera

Google arts and culture

Permite ver obras renomadas nos mínimos detalhes através de um superzoom. Segundo o Google, a Art Camera é uma câmera robótica desenvolvida para fazer imagens em gigapixel mais fácil e rapidamente.

A imagem capturada pelo equipamento tem mais de 1 bilhão de pixels e mostra detalhes impossíveis de serem vistos a olho nu.

360º video

Pensando em usuários de aparelhos de realidade aumentada, essa ferramenta permite explorar lugares como se, de fato, estivesse no local. Munido do equipamento, ao mover a cabeça para cima, é possível ver, por exemplo, o teto de uma galeria.

Ao virar para a direita, se vê o que está naquela direção na sala. A pessoa pode se aventurar em um passeio de caiaque, conhecer a Ópera Nacional de Paris, a Filarmônica de Berlim e muito mais.

Tour virtual

Através da tecnologia do Street View, a plataforma permite visitar locais icônicos ao redor do mundo. Entre eles, estão o Taj Mahal (Índia), o Palácio de Versalhes (França), a pirâmide de Giza (Egito) e o Coliseu (Itália). É uma ótima forma de fazer turismo e conhecer lugares sem sair de casa.

Conheça ainda 15 apps de realidade virtual para você aproveitar seus óculos VR.

Mais apps para quem gosta de arte

É verdade que o Google Arts & Culture oferece um acervo rico, mais milhões de peças. No entanto, há outras opções de apps disponíveis para quem gosta de arte. O AppGeek reuniu algumas delas:

Smartify

Google arts and culture

Uma espécie de Shazam do mundo das artes, é capaz de identificar uma pintura a partir de uma foto. Ideal para curiosos, que gostam de conhecer novos artistas e estilos de pintura.

A partir da imagem, é possível descobrir não só a autoria, mas a história por detrás da pintura. E ainda: o app oferece audioguia pelas galerias de alguns museus, com breves informações sobre as obras. Perfeito para quem não tem tempo a perder.

Smartify está disponível para dispositivos Android e iOS.

DailyArt

Google arts and culture

Que tal pinceladas diárias de cultura? É o que propõe o DailyArt, app gratuito disponível para Android e iOS. Todos os dias, o usuário recebe uma imagem e um texto explicativo sobre ela e seu autor.

Mas não é só. Caso queira, pode explorar o acervo de mais de 3 mil obras, ler a biografia de mais de 700 artistas e ver informações de mais de 500 museus.

Art Quiz

Google arts and culture

Acredita ser um perito em artes e quer testar seus conhecimentos? Então precisa baixar o Art Quiz. Disponível para Android, o app reúne centenas de perguntas sobre pinturas.

De acordo com os desenvolvedores, engloba desde artistas do período da Renascença até a arte moderna. Existem dois modos de jogo: normal e cronometrado, no qual, quanto mais rápido responder, mais pontos ganha.

Se além de admirar, também gosta de explorar seus dotes artísticos, confira nossa lista de aplicativos de desenho incríveis para iOS e Android. Não acha que tem tanto talento assim? A tecnologia ajuda! Conheça 7 aplicativos que transformam fotos em desenhos.

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.