Qual é o melhor antivírus pago para PC em 2020? Confira o top 6


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

Encontrar o melhor antivírus pago para um PC com Windows permite manter seus dados e arquivos em um alto nível de segurança. Além de impedir a invasão de vírus, malwares, spywares, entre outros software, esses programas oferecem funcionalidades extras de proteção.

Reunimos os melhores antivírus pagos segundo o AV-Test, instituto independente de segurança de tecnologia da informação. Periodicamente, a organização avalia soluções de segurança de acordo os critérios de proteção, performance e usabilidade.

Na lista a seguir estão apenas os aplicativos que gabaritaram o teste divulgado em junho de 2020, tirando a nota máxima (6) em todos os quesitos.

1. Norton 360

PC e smartphone com as telas exibindo a interface do app Norton 360

O Norton 360 oferece proteção contra contra vírus, malware, spyware e ransomware. A fabricante, inclusive, conta com um Compromisso de Proteção contra Vírus, no qual coloca à disposição seus especialistas para removê-los, caso sua máquina seja infectada. Se não conseguirem, o usuário recebe seu dinheiro de volta.

Dentre os recursos disponíveis estão gerenciador de senhas e ferramenta de controle de conteúdos para pais. Há também VPN, para navegar sem preocupação em Wi-Fi públicas, e bloqueio ao acesso de invasores à webcam. Os assinantes recebem, no mínimo, 10 GB de armazenamento na nuvem para o backup de arquivos.

No teste da AV-Test o aplicativo se destaca por ter detectado 100% dos malwares e ter impactado menos na navegação na web e na inicialização de programas. Além disso, teve apenas uma detecção em falso durante o período de avaliação.

  • Norton 360 (pago): Windows 10, 8 e 7

2. Kaspersky Internet Security

Captura de tela do Kaspersky Internet Security

Com o Kaspersky Internet Security, o seu desktop ou notebook fica protegido de vírus, ransomware, spywares, cryptolockers, entre outras ameaças. Para uma navegação na internet livre de inconvenientes, pode bloquear banners e spams.

O programa impede o acesso de invasores à sua câmera e microfone e dispõe de navegador criptografado, para transações online seguras. Há ainda recursos de VPN, gerenciador de senhas e bloqueio de conteúdos impróprios a crianças.

Na avaliação do AV-Test, o software detectou 100% dos malwares. Também superou a maioria dos programas em todos os quesitos de desempenho, impactando pouco na performance do PC. O aplicativo não gerou qualquer alerta ou bloqueio em falso.

3. F-Secure SAFE

Dois notebooks, um smartphone e um tablet com a tela ligada exibido o programa F-Secure SAFE

O F‑Secure SAFE protege o computador de vírus, cavalos de Tróia, ransom­ware e spywares. Para garantir a segurança em transações online, como compras e internet banking, oferece um navegador integrado. O programa conta também com o recurso de controle dos pais, que limita a atividade das crianças no PC.

Há ainda ferramenta de rastreio do smartphone, em caso de perda ou furto e direito a suporte dos especialistas da empresa. Na dúvida se vale o investimento? Os assinantes de 30 dias para pedir o dinheiro de volta caso se arrependam.

O aplicativo se sobressaiu no AV-Test ao detectar 100% dos malwares a que foi exposto. Também provou não impactar tanto na navegação na internet, nem na instalação e inicialização de programas. O software efetuou somente um bloqueio em falso durante o período analisado.

  • F‑Secure SAFE (pago, com opção de período de teste grátis por 30 dias): Windows 10, 8 e 7

4. McAfee Total Protection

Imagem de divulgação com o McAfee Total Protection aberto no pc, tablet e celular

O McAfee Total Protection compromete-se a livrar seu PC de pragas virtuais como vírus, malware, spyware e ransomware. O aplicativo promete a devolução do dinheiro caso não seja capaz de remover qualquer vírus de um computador infectado.

O software oferece ainda recurso de navegação segura na internet, ao bloquear sites suspeitos, eliminar spams e apagar cookies. Os assinantes também têm acesso a ferramentas de gerenciamento de senhas e exclusão de itens sem deixar rastros.

No teste feito pelo AV-Test, o app se destacou por influenciar pouco no desempenho do PC durante a navegação na internet e ao copiar arquivos. No período avaliado, apresentou apenas um falso positivo. Em maio, detectou 98,8% dos malwares no dia zero e 100% em junho.

5. BullGuard Internet Security

Computador branco com caixa do BullGuard Internet Security

O BullGuard Internet Security promete manter o PC longe de ameaças como vírus, phishing, malware e ramsoware. O programa impede o download de apps infectados e verifica a veracidade de softwares e drivers através de suas assinaturas digitais.

O navegador integrado oferece transações financeiras online com mais segurança e privacidade. Já a ferramenta de controle de pais permite bloquear sites e aplicativos, limitar o tempo de tela e monitorar as atividades no computador. Se não gostar do produto, tem até 30 dias para pedir o dinheiro de volta.

O programa se destacou no AV-Test por interferir menos que os concorrentes na navegação na internet e na cópia de arquivos. O app realizou apenas um bloqueio em falso e detectou 100% dos malwares de dia zero em maio e 99,4% em junho.

  • BullGuard Internet Security (pago, com opção de teste grátis durante 30 dias): Windows 10, 8 e 7

6. Trend Micro Internet Security

Captura de tela do software de segurança Trend Micro Internet Security
Reprodução/ AVTest

O Trend Micro Internet Security promete manter longe do PC ameaças como ramsomware, phishing, malware, entre outras. O aplicativo garante o bloqueio de sites perigosos e de download de anexos suspeitos no e-mail.

Em relação a recursos extras, oferece gerenciador de senhas e ferramenta de navegação segura para as crianças. Também promete corrigir e otimizar o sistema e melhorar a performance. Durante os testes do AV-Test, no entanto, o app interferiu no comportamento do PC mais que a média dos concorrentes.

Ainda assim, nada de grave. Afinal, a solução ganhou nota máxima em desempenho. Além disso, detectou 100% dos malwares de dia zero em maio e 98,8% em junho e creditou somente um software legítimo como ameaça durante o período de teste.

E quanto ao Avira, Avast e AVG?

Por que programas famosos como Avira, Avast e AVG ficaram de fora da lista? Esses softwares não atingiram pontuação máxima (6) em todos os três quesitos avaliados e, por isso, não entraram no rol dos melhores.

Na avaliação divulgada em junho de 2020 pelo AV-Test, o Avast tirou nota máxima em proteção e usabilidade, mas pecou em desempenho, recebendo a nota 5.5. O pior resultado foi em relação à interferência na performance na navegação na internet.

Já o Avira, gabaritou os módulos de performance e usabilidade, mas tirou 5.5 em proteção. O software detectou 98,8% e 98,9% dos ataques de dia zero ou seja, de ameaças desconhecidas, nos meses de maio e junho, respectivamente.

Por fim, o AVG tirou 6 em proteção, detectando 100% dos malwares, mas deixou a desejar nos outros dois quesitos, com pontuação 5.5 em ambos. O app interferiu na navegação na internet e na inicialização de programas em um percentual bem acima da média dos concorrentes. Além disso, identificou 3 softwares legítimos como malwares e gerou 3 alarmes falsos de ameaças.

Critérios avaliados pelo AV-Test

Como já citado, o AV-Test avalia os quesitos proteção, usabilidade e desempenho. Para isso, leva em conta os seguintes aspectos.

1. Proteção:

  • Proteção contra ataques de malware de 0 dia, incluindo ameaças da Web e de e-mail;
  • Detecção de malware generalizado e predominante descoberto nas últimas 4 semanas.

2. Performance:

  • Diminuição da velocidade ao acessar sites populares;
  • Download mais lento de aplicativos usados com frequência;
  • Inicialização mais lenta de softwares-padrão;
  • Instalação mais lenta de aplicativos usados com frequência;
  • Cópia mais lenta de arquivos (localmente e em uma rede).

3. Usabilidade:

  • Alertas falsos ou bloqueios ao visitar sites;
  • Detecções de software legítimo como malware durante uma verificação do sistema;
  • Alertas falsos sobre ações realizadas durante a instalação e uso de softwares legítimos;
  • Bloqueios de ações realizadas durante a instalação e uso de softwares legítimos.

Appgeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.