Veja como acessar tudo o que o Google sabe sobre você


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

Acessar as informações que o Google sabe sobre você é mais simples do que parece. A própria companhia oferece uma ferramenta para visualizar e controlar esses dados. Segundo a empresa, o conteúdo é usado para veicular anúncios relevantes para cada usuário, como forma de financiar os serviços gratuitos oferecidos.

Podem ser coletados itens como pesquisas feitas, vídeos assistidos, sites visitados, bem como apps, navegadores e dispositivos usados para acessar os serviços do Google.

Além disso, os próprios usuários fornecem, espontaneamente, informações sobre si. Isto acontece ao realizar o cadastro de uma conta ou enquanto se navega logado. Dentre esses dados estão e-mails escritos e recebidos no Gmail, fotos e vídeos salvos, seus comentários no YouTube, contatos adicionados e eventos do Google Agenda.

O AppGeek ensina a encontrar todos os dados que o Google sabe sobre você através do celular e do PC. Aprenda ainda a definir quais informações a empresa terá acesso e fazer download do relatório que reúne os registros da companhia sobre seu perfil de usuário.

Como ver o que o Google sabe sobre você no celular

1. Vá na opção Configurar do seu celular Android;

2. Role o menu que abrir e toque em Google;

o que google sabe sobre você

3. Em seguida, vá em Conta Google;

4. Acesse a aba Dados e Personalizações;

5. No card Revise suas opções de privacidade, toque em Primeiros Passos;

o que google sabe sobre você

6. Em seguida, surgirá uma lista de ferramentas através das quais o Google coleta seus dados. São elas: Atividade na Web e de apps, Histórico de localização, Informações do dispositivo, Atividade de voz e áudio, Histórico de pesquisa do YouTube e Histórico de exibição do YouTube;

7. Para descobrir os registros do Google sobre cada um dos tópicos, vá em Gerenciar atividade, situado ao final de cada um dos cards. Em seguida, serão exibidos dados disponíveis.

Como ver o que o Google sabe sobre você no PC

1. Abra o seu navegador de internet e acesse a página do Google de Check-up de privacidade;

2. Caso não esteja conectado à sua conta do Google vá em Fazer Login para começar e insira seus dados de acesso;

3. Caso já esteja logado, vá em Começar agora;

O que o Google sabe sobre você

4. Será exibida uma lista de ferramentas através das quais o Google coleta seus dados. São elas: Atividade na Web e de apps, Histórico de localização, Informações do dispositivo, Atividade de voz e áudio, Histórico de pesquisa do YouTube e Histórico de exibição do YouTube;

5. Para descobrir os registros do Google sobre cada um dos tópicos, clique em Gerenciar atividade, situado ao final de cada um dos cards.

O que o Google sabe sobre você

Como controlar os dados salvos pelo Google

As informações que o Google tem sobre seus usuários são divididas em categorias. Cada uma delas corresponde a serviços distintos oferecidos pela empresa e é possível especificar qual deles deseja dar permissão para que os dados sejam guardados ou não.

Para pausar a autorização de registro, basta seguir o passo a passo acima (tanto para celular quanto para PC) e, dentro da página de cada categoria, ir em Alterar Configuração.

Abaixo, explicamos que tipo de conteúdos são salvos pela empresa e como agir para efetuar o bloqueio em cada categoria.

Atividade na Web e de apps

Nesta seção, estão os registros de atividades do usuário enquanto navega na internet. Segundo o Google, são captados os seguintes dados, mesmo quando se está offline:

  • pesquisas e outras atividades realizadas nos produtos da empresa, como o Drive ou o Maps;
  • local, idioma, endereço de IP, referenciador, bem como navegador ou apps usados;
  • anúncios clicados ou itens comprados em um anunciante;
  • dados sobre seu aparelho, como aplicativos ou nomes de contatos pesquisados.

Se não quiser mais que a empresa salve essas informações, acesse a página de Controle de atividades na web e de apps e desative a chave referente à opção. Confirme a decisão em Pausar.

Histórico de localização

Não é necessário estar usando o Google Maps para que a companhia grave os lugares onde os usuários frequentam. A empresa cria um mapa com todos os locais que são visitados com o smartphone conectado à conta do Google.

Ao checar seu histórico de localização, é possível filtrar as regiões em que esteve por ano, mês ou dia. Além disso, também são destacados os locais mais frequentados. Segundo a empresa, esse mapa só pode ser visualizado pela própria pessoa.

O que o Google sabe sobre você

Caso não queira mais ter seus passos monitorados, basta acessar a página de Controle de atividades do Histórico de localização e desativar a chave correspondente. Em seguida, confirme sua escolha em Pausar.

Atenção: se configurações como Atividade na web e de apps estiverem ativadas, é possível que continuem sendo guardando dados de locais. Segundo a empresa, essas informações podem ser registradas devido a pesquisas feitas na web e no Google Maps.

Informações do dispositivo

O Google salva uma cópia de dados de seu dispositivo móvel, como contatos, alarmes, agenda, aplicativos e músicas. São guardadas também informações sobre o aparelho, como o nível da bateria, qualidade do Wi-Fi e Bluetooth e relatórios de erros.

Para desativar o armazenamento desses dados de seu celular ou tablet, “desligue” a chave referente à opção na página de Controle de atividades das Informações do dispositivo. Conclua o processo em Salvar.

Histórico de pesquisa do YouTube

Assim como as pesquisas feitas na web, o Google também salva as buscas realizadas no YouTube, plataforma de vídeos que pertence à empresa.

Para impedir que a companhia guarde esse tipo de informação, acesse a página de histórico de pesquisas do serviço e clique em Limpar histórico de pesquisa. Caso queira apagar os registros anteriores, vá também em Pausar o Histórico de Pesquisa.

O que o Google sabe sobre você

Já no app para celular, basta seguir o caminho: ícone com sua imagem de perfil ConfiguraçõesHistórico e privacidade → ativar a opção Pausar histórico de pesquisa.

Para excluir as pesquisas anteriores, vá em ícone da conta com sua imagem de perfil ConfiguraçõesHistórico e privacidade Limpar histórico de pesquisa.

Histórico de exibição do YouTube

Também são salvos os vídeos assistidos no YouTube. Segundo a empresa, esse histórico ajuda a criar conteúdos indicados especificamente para o perfil de cada usuário. Mas, se ainda assim, quiser desativar a opção, acesse a página de Controles de atividade do Histórico de exibição do YouTube, desligue a chave correspondente e confirme em Pausar.

Como baixar os dados que o Google guarda sobre você

O Google oferece a possibilidade de fazer o download das informações pessoais salvas. Esses dados pode ser utilizados para backup ou utilização em serviços que não sejam da companhia.

Para realizar o procedimento é necessário estar conectado à sua conta.

1. Acesse a página de download de dados do Google;

2. Todos os produtos da companhia aparecem listados. Caso não queira que algum ou alguns sejam baixados, basta desmarcar a caixinha correspondente;

O que o Google sabe sobre você

3. Role a tela até o final e clique em Próxima etapa;

4. Em Método de envio, é possível optar em como receber o conteúdo a ser baixado. O usuário pode escolher entre Enviar link de download por e-mail, Adicionar ao Google Drive, Adicionar ao Dropbox, Adicionar ao OneDrive ou Adicionar ao Box;

O que o Google sabe sobre você

5. Em seguida, escolha o formato do arquivo entre .zip (mais comum) ou .tgz;

6. Então, selecione o tamanho do arquivo entre 1GB e 50GB. Caso o conteúdo seja maior do que o especificado, ele será dividido em vários arquivos com o tamanho definido pelo usuário;

  • A empresa recomenda que o usuário escolha entre 1GB e 2GB. Isso porque arquivos .zip maiores de 2GB são compactados em formato .zip64, que pode não ser compatível com sistemas operacionais mais antigos.

7. Confirme suas opções em Criar arquivo;

8. O tempo de conclusão do processo levará de minutos a horas, dependendo da quantidade de aplicações escolhidas para salvar os dados.

Por que permitir que o Google grave os meus dados?

Segundo a empresa, quando as informações de sua conta são salvas, as ferramentas se tornam mais ágeis e úteis. Por exemplo, as capturas de voz são usadas para aprimorar o reconhecimento de fala e entender melhor o usuário.

Já as pesquisas ou sites visitados gravados proporcionam, de acordo com o Google, uma experiência de busca mais rápida e desempenho mais inteligente em plataformas como o Assistente e o Maps. Além disso, anúncios e conteúdos sugeridos são personalizados, de acordo com o que a empresa entende serem suas preferências.

Cabe ao usuário decidir se esses benefícios indicados são vantajosos ou não, a ponto de a companhia ter acesso a uma série de informações acerca de sua vida não apenas virtual, mas também real.

Se a segurança de suas informações é seu principal objetivo, confira nossa lista de apps que garantem proteção e privacidade. Para quem deseja conhecer alternativas aos serviços do Google, uma boa opção é começar deixando o Chrome de lado. Conheça os navegadores mais seguros do mercado.

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.