Como criar um QR code online e compartilhar dados rapidamente


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

É possível criar um QR Code personalizado, online e de graça. O código pode ser usado para facilitar o compartilhamento de URL de sites, endereços de e-mail, contatos telefônicos e até mesmo senha do Wi-Fi.

O AppGeek mostra como gerar um QR code para essas e outras funções. Também explicamos como funciona a tecnologia e listamos apps que a utilizam, tal qual o WhatsApp e o TikTok. Confira!

Como criar um QR code

Para realizar o passo a passo a seguir, utilizaremos os serviços do site QR Code Generator. O serviço permite criar códigos QR sem baixar nada (online) e gratuitamente. O recurso está disponível para o compartilhamento de diferentes tipos de informações, como URLs, textos, e-mail, VCard, entre outros.

1. Abra o navegador de sua preferência e acesse o site QR Code Generator;

2. Então, selecione o tipo de dado para o qual deseja criar um código QR. A seguir listamos os tipo e qual informação deve ser inserida em cada um deles.

Captura da tela do site QR Code Generator

  • URL: informe um endereço de site válido.
  • VCard: formato que permite guardar contatos no celular. Por isso, deve informar, no mínimo, nome e telefone, mas há espaço para mais dados pessoais, caso queira incluir.
  • Texto: é possível redigir o texto ou fazer o upload de um arquivo com texto estático no formato .docx ou .pdf
  • E-mail: envia um e-mail com texto predefinido. Basta inserir seu endereço de e-mail, título e a mensagem.
  • SMS: envia um SMS como texto predefinido. Basta inserir seu número de telefone e mensagem.
  • Wi-Fi: permite que quem escaneia o código tenha acesso à sua rede. Ideal para empresas e lojas. Basta inserir o nome da rede, senha e informar o tipo de criptografia da sua rede.
  • Bitcoin: pode ser usado para solicitar pagamentos em criptomoedas. É compatível com os serviços Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin, Ether e Dash. Devem ser inseridos o valor a ser pago, o endereço do destinatário no serviço correspondente e a mensagem desejada.
  • Twitter: permite vincular o código a um perfil ou publicar um tweet.

As outras opções só estão disponíveis para assinantes do plano pago, mas podem ser testadas gratuitamente durante 14 dias. São eles: divulgação de página de Facebook, de conteúdo de PDF, de arquivo em MP3. Há também compartilhamento de um app na loja de aplicativos e de galeria de fotos.

3. Em alguns, casos, é necessário finalizar o processo no botão Criar QR Code;

4. Com o código gerado, é possível personalizá-lo. Em Moldura, é possível escolher um tipo de borda, se quiser;

QR code generator

5. Em Forma e Cor, pode selecionar o formato do código, se é formado por linha, pequenos círculos ou quadrados, por exemplo. Para mudar a cor, clique sobre o círculo colorido com um ícone de +, ao lado da última opção de formato;

  • A inserção de logotipo só pode ser feita mediante pagamento.

6. Agora, defina a forma como deseja salvar o QR Code. Salve o resultado em Download. Se quiser incorporar a imagem em seu site, clique sobre o ícone de > situado do esquerdo do código.

  • A opção de salvar como vetor está disponível apenas para usuários do plano pago.

Como criar QR code para WhatsApp

O WhatsaApp passou a permitir o compartilhamento do número de telefone associado ao mensageiro através de QR Code. O código é gerado dentro do próprio app e facilita a troca de dados uma vez que basta escanear a imagem para adicionar alguém.

Confira como realizar o processo em nosso guia sobre como escanear código QR no Whatsapp para adicionar contatos.

Outros apps que usar QR Code

O WhatsApp no entanto, não é o único aplicativo que utiliza a tecnologia para acelerar o processo de pesquisa por usuários. Listamos outros exemplos abaixo.

Instagram

imagem de divulgação do recurso tag de nome ou nametag do Instagram

O Instagram conta com um recurso chamado Tag de nome, que nada mais é que um código que, ao ser escaneado, permite encontrar o perfil da pessoa. É possível personalizar o seu com selfie, emoji ou fundo colorido.

O recurso pode ser encontrado ao tocar em sua imagem de perfil, no canto inferior direito da tela. Depois, acesse o ícone formado por três linhas no topo à direita e, no menu que abrir, vá em Tag de Nome. Nesse item é possível tanto visualizar, editar e escanear sua própria tag como fazer a leitura da de outras pessoas.

TikTok

Tikcode

Usuários do TikTok podem recorrer ao TikCode, um QR code pessoal que conta com a logo do app e a foto do usuário. É possível salvar o código no aparelho para enviar para quem quiser e digitalizar para adicionar os seus amigos.

Encontre seu TikCode ou adicione o de seu amigo em Eu e, depois, no bonequinho com o ícone de + no topo da página à esquerda. Em seguida, vá no ícone no canto superior à direita, que remete ao escaneamento. Então, digitalize o código de alguém ou acesse o seu em Meu TikCode.

Snapchat

Snapcode

O Snapchat foi um dos primeiros apps a usar o escaneamento de QR code como forma de adicionar outros usuários. O seu Snapcode é facilmente encontrado na seção de usuário. Basta tocar sobre a imagem de perfil no canto superior esquerdo da tela.

Para adicionar alguém usando o código, vá no ícone de um boneco com o ícone de +. Depois, vá no ícone do app, situado na barra de pesquisa e procure pelo Snapcode desejado na galeria de imagens do aplicativo.

Afinal, o que é QR code?

QR Code é uma versão reduzida parao termo Quick Reponse Code, que, em livre tradução, significa código de resposta rápida. Esse código bidimensional (com leitura na horizontal e na vertical) é capaz de guardar diferentes tipos de dados.

Essa informação pode ser acessada usando apps de leitura próprios ou apenas q câmera do celular, no caso de aparelhos mais modernos. A tecnologia se destaca por permitir a leitura mesmo com até 30% da superfície danificada. Também conta com mais capacidade de memória que o código de barras normal.

QR Code exibido na tela de um smartphone

Por regra, um QR code não tem validade definida. Ou seja, não expira. O que pode acontecer é servidores ou geradores do código agirem de má fé, não direcionando o usuário à sua informação diretamente.

Alguns desses servilos, enviam quem escaneia o código para o próprio site e, após alguns segundos, encaminham para o conteúdo desejado. Depois de um tempo, esses geradores encerram o redirecionamento, o liberando somente mediante pagamento.

Ou seja, o código segue funcionando. No entanto, o direcionamento criado pelo serviço que impede os usuários a chegarem ao seu site, perfil, documento, etc.

AppGeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.