Como criar aplicativo sem saber programação? 7 ferramentas incríveis


Emerson Machado
Revisão por Emerson Machado • Jornalista
Escrito por Taysa Coelho

Criar um aplicativo do zero é possível mesmo sem ter qualquer conhecimento de programação. Há vários programas online, com planos grátis e pagos, que oferecem as ferramentas necessárias para fazer um app do jeito que precisar. Para facilitar, o AppGeek selecionou 5 serviços para criar apps que você pode experimentar! Quem sabe a sua ideia se torne uma das mais baixadas nos smartphones da galera?

Confira a seguir as principais plataformas para a criação de aplicativos para Android e iOS.

1. FabApp - Fábrica de Aplicativos

Como criar um aplicativo com o FabApp

O FabApp - Fábrica de Aplicativos é um programa de criação de aplicativos online que oferece opções de pacote gratuito e pago. De acordo com os criadores do serviço, é possível criar um app em 5 passos.

O primeiro seria fazer um cadastro gratuito na plataforma, depois, escolher o nome do projeto. Em seguida, personalizar o aplicativo, desde o design até o conteúdo, para deixá-lo com a sua cara.

A quarta etapa seria a publicação do app. Já a quinta é a sua manutenção, incluindo novas funcionalidades, de acordo com a necessidade de seus clientes. Para criar seu app, a plataforma oferece um editor muito intuitivo, com um layout que pode ser usado por qualquer pessoa mesmo sem conhecimento de design e programação.

FabApp editor

Caso o usuário queira aderir à versão gratuita, seu aplicativo terá a propaganda do FabApp. Também há um limite de 50 páginas, 1 GB de armazenamento local e 1 GB limite de transferência mensal.

Além disso, o pacote grátis permite apenas criar um programa para Android. Caso também queira fazer uma versão para iPhone, precisará aderir à versão paga. Essa edição garante ainda mais espaço de armazenamento e maior limite de transferências, além de outros recursos mais completos.

2. Easy Easy Apps

O Easy Easy Apps é um programa de criação de aplicativos online pago, que também não exige qualquer necessidade de conhecimento em programação. O serviço oferece modelos prontos e o primeiro passo é escolher um deles.

Depois, o usuário precisa escolher o nome e escolher uma categoria para o aplicativo. Em seguida, é a hora de criar o programa, configurando a navegação e as imagens, além de adicionar conteúdo e funcionalidades. Então, é só publicar.

Todos os pacotes do Easy Apps são pagos. O mais barato, Econômico, não é compatível com a criação de apps para iPhone, somente Android. Essa edição também insere a marca da desenvolvedora no aplicativo, bem como não oferece notificação push nem acesso a dados estatísticos.

3. GoodBarber

Como criar um app com o GoodBarber

O GoodBarber é um serviço também bastante conhecido quando o assunto é a criação de apps. Com mais de 40 milhões de aplicativos baixados por ano, a empresa se orgulha do feedback que recebe dos usuários, que ajuda no processo de melhoria contínua de seus serviços.

Não é à toa: são mais de 500 recursos disponíveis para a criação do seu aplicativo. Entre eles, alguns destaques são:

  • Notificações push;
  • Gestor de conteúdos;
  • Chat;
  • Carrinho permanente;
  • Pagamento em um clique.

Com os itens oferecidos pelo GoodBarber, o seu app pode ser customizado totalmente de acordo com as suas necessidades. Seja para vender produtos ou oferecer fotos e histórias para o seu público, há os planos Standard, Full e Premium, que variam de preço segundo o que você precisa.

E dá para testar o serviço completo de graça por até 30 dias.

4. WebRobot Apps

Como criar um app com o WebRobot Apps

O WebRobot Apps é uma ferramenta de criação de apps online que oferece modelos prontos. Qualquer um, mesmo sem saber programar, pode criar seu aplicativo em minutos, de acordo com os criadores.

O cadastro pode ser feito rapidamente, usando seus dados de login do Facebook. No painel de edição, o usuário deve ir em Criar aplicativo e, em seguida, optar se quer aderir ao plano grátis, econômico ou profissional.

O passo seguinte é decidir o nome do app e, depois, escolher qual será o modelo utilizado. Então, é hora de colocar a mão na massa e montar o programa propriamente dito. Ou seja, escolher quais serão os módulos, conteúdo, escolher as cores, imagens e itens do menu.

Depois, é só baixar o app para publicar nas lojas de aplicativos do Google e da Apple.

Assim como no caso anterior, a versão gratuita, claro, é bem mais limitada que as duas pagas. Mas pode ser uma boa opção para quem está começando a se aventurar nesse universo.

O pacote grátis permite apenas a criação de aplicativo em HTML5 para Android (iOS só está disponível na edição Profissional). Além disso, o app contará com publicidade e permite ter somente 5 módulos/áreas (contra 100 da versão mais cara). Ainda assim, oferece ferramenta de QR Code e não há limites de atualização.

5. Kodular

Como criar aplicativo Kodular

O Kodular é uma criador de aplicativos totalmente gratuito, que também não requer o conhecimento de códigos ou programação. O editor permite montar seu app ao arrastar e soltar os módulos e componentes desejados.

O programa fica hospedado no Google Cloud. O que significa que qualquer alteração ou inclusão jamais será perdida, mesmo que o usuário se esqueça de fazer backup. Afinal, estará tudo armazenado na nuvem.

Os apps criados através do Kodular são compatíveis com o sistema Android 4.1 ou superior. Todos as aplicações feitas utilizam Material Design, uma linguagem visual desenvolvida pelo Google.

Os usuários do Kodular podem optar pelo modelo totalmente gratuito, que diferente da concorrência, não apresenta anúncios dentro do app. No entanto, se o criador quiser incluir publicidade dentro do programa, terá que aderir ao plano monetizado.

Nesse caso, a plataforma ganha um percentual sobre os lucros obtidos com o app. Para calcular esse valor, está disponível o aplicativo Kodular Comission.

6. Andromo

Como criar um aplicativo com o Andromo

De acordo com os criadores, o Andromo permite criar apps com aspecto profissional em apenas três passos. Fazer o cadastro, adicionando os recursos e estilo e finalizando o programa.

OK, na prática o desenvolvimento do app leva bem mais tempo e planejamento que isso. Mas a ideia é deixar claro que não é necessário qualquer conhecimento técnico para fazer o aplicativo.

A ferramenta de criação de apps é intuitiva e garante a personalização da sua plataforma em poucos cliques. Se quer ganhar dinheiro, pode aderir a um dos planos de monetização do serviço, através do Google Admob e do Andromo Ads.

Apesar de pago, o Andromo oferece dois pacotes anuais bastante acessíveis. São compatíveis com o desenvolvimento de softwares para Android. O mais barato deles permite criar até 50 apps, com ou sem publicidade, mas com o logo do desenvolvedor na aba Sobre.

7. GameSalad

como criar um app de jogo e game no GameSalad

Já pensou em criar o seu próprio jogo? Se é esse o tipo de criador de app que está procurando, o GameSalad tem tudo o que você precisa para criar um game. E o mais legal: não precisa saber nada de programação! A interface é intuitiva, sendo necessário arrastar e largar itens que queira incluir no cenário do jogo.

O serviço promete criar o seu primeiro game em 2D em uma hora. Isto porque é mesmo muito fácil de usar: para criar uma cena no jogo, basta incluir o que é preciso (como imagens). Depois, é só incluir os efeitos sonoros e/ou música!

Para testar o próprio jogo, com um clique já é possível jogar e ver se está tudo funcionando. Se afirmativo, daí é só utilizar a plataforma do GameSalad para deixar a sua criação disponível para o mundo: seja na App Store, no Google Play, na Amazon, etc.

No entanto, para publicar em diversas plataformas, além do Arcade do serviço, será necessária a assinatura de um dos planos pagos do GameSalad. Mas não se preocupe! Se não quiser gastar dinheiro, pode testar o serviço gratuitamente até tomar uma decisão.

Primeiros passos para criar um aplicativo

A Fábrica de Aplicativos dá, em seu site, algumas dicas para criar um app. Antes de começar a criação, sugere-se pensar em um problema que identifica como necessário de ser resolvido.

A ideia é colocar a resolução desse problema como o centro da função de seu app. Por exemplo, novas formas de conhecer pessoas, entregas em bairros periféricos, saber notícias sobre esportes menos populares, etc.

Depois, é importante saber se essa ideia funciona e se será aceita. Seja conversando com pessoas, seja pesquisando aplicativos semelhantes que já existem no mercado. Tudo certo, então é hora de colocar a mão na massa.

Isso significa pensar as funcionalidades de seu app e planejar a sua usabilidade, de um jeito que atenda seus usuários. Depois, deve se dedicar à parte visual, como formulação do design, cores, disposição das informações, entre outros.

Ao criar seu aplicativo, vai precisar de imagens que identifiquem o seu projeto. Por isso, vai gostar de conhecer 10 apps para criar logo no celular e deixar sua marca incrível! Se quiser automatizar os conteúdos que surgem no seu aplicativo, confira tudo sobre como criar um blog!

E se já está com tudo pronto para fazer sucesso com o seu próprio app e quer uma forcinha, veja como é fácil criar anúncio no Facebook e no Instagram.

Emerson Machado
Revisão por Emerson Machado
Apaixonado por ciência e tecnologia. Já trabalhou produzindo conteúdos sobre a internet, inteligência artificial, carros autônomos, robótica, inovações sustentáveis e até computadores quânticos! Também adora cultura, viagens, sociedade e nerdices quase óbvias: Marvel, Harry Potter, Star Trek, etc.