App muda o gênero e te transforma em homem ou mulher; veja como usar


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

O FaceApp tem um recurso para mudar o gênero em fotos capaz de transformar a imagem de uma mulher em um homem (e vice-versa) em segundos. O efeito insere ou remove cabelo e barba, sem que o usuário precise editar a imagem depois.

O AppGeek mostra como é fácil fazer a transformação e se divertir compartilhando o resultado com seus amigos no Instagram, Facebook, TikTok ou onde quiser.

Para realizar o passo a passo abaixo é necessário baixar o aplicativo FaceApp em seu smartphone Android ou iPhone.

1. Abra o FaceApp e toque em Permitir para autorizar que o aplicativo tenha acesso à sua galeria de imagens;

2. Se quiser fazer uma foto na hora, vá em Câmara. Se preferir usar uma imagem da galeria, opte por Fotos. O programa filtra automaticamente suas fotografias e exibe apenas selfies;

3. Após tirar a foto ou selecionar aquela que deseja modificar, na aba Editor, vá em Gênero;

Faceapp

4. Agora, toque sobre o gênero oposto ao seu. Automaticamente, o app fará a transformação;

5. Se gostar do resultado, vá em Aplicar;

6. Caso queira, você pode aplicar outros tipos de filtro à imagem, como de envelhecimento, mudança de fundo, ajustes como contraste e saturação, entre outras opções. Quando finalizar as edições, vá em Salvar, no topo da tela à direita;

Faceapp

7. A imagem já está salva. Se quiser compartilhar o resultado nas redes sociais, escolha o ícone daquela de sua preferência;

8. Há ainda a opção de criar uma montagem com sua imagem como homem e mulher lado a lado. Para isso, vá em Antes e Depois;

9. Em seguida, toque em Salvar para guardar na galeria ou opte por uma rede social para realizar o compartilhamento.

Mais apps que mudam o gênero

Além do FaceApp, há outros apps que prometem transformar a foto do usuário no gênero oposto. Listamos outras boas opções gratuitas, que transformam as pessoas em homem ou mulher de formas diferentes.

1. Snapchat

snapchat

O Snapchat foi pioneiro nos filtros de realidade aumentada e oferece opções específicas para a mudança de gênero. Para usar, é preciso ter uma conta na rede social.

Depois, é só deslizar o dedo para encontrar o filtro My Twin, encaixar o rosto na moldura e fotografar ou filmar. O resultado pode ser publicado na própria plataforma ou salvo no celular e compartilhado em outros aplicativos.

2. Face Changer 2

Face Changer 2

O Face Changer 2 permite fazer a mudança de gênero ao fundir a sua imagem com a de uma pessoa do sexo oposto. Para isso, é possível usar uma foto da galeria do celular ou alguma das imagens disponíveis no app.

Os resultados não são tão realistas e não oferecem opção de ajustes. Portanto, o app é uma boa pedida para quem quer algo engraçado para os amigos rirem.

  • Face Changer 2 (grátis, com compras dentro do app): Android

3. MSQRD

MSQRD

O MSQRD é mais uma opção de app com filtros de realidade aumentada que permitem fazer fotos ou vídeos em tempo real. Apesar de não oferecer um recurso específico para a mudança de gênero, há algumas opções de bigode e barba para as mulheres se divertirem.

A experiência é a mesma vivenciada nos stories do Facebook e no chat do Facebook Messenger. O app foi comprado pela rede social e a tecnologia passou a ser usada nas plataformas da empresa.

4. MixBooth

mixbooth

O MixBooth funciona de forma semelhante ao Face Changer 2. Basta o usuário adicionar sua foto e indicar onde ficam os olhos, nariz e queixo. Depois, pode incluir a imagem da outra pessoa ou usar alguma já disponível no app.

O aplicativo mistura as duas fotos automaticamente e não oferece opções de edição. Os resultados podem não ser dos mais realistas, mas são bastante engraçados.

  • MixBooth (grátis, com compras no app): Android | iOS

AppGeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.