Como conectar o celular na TV que não é smart de 5 formas diferentes


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

Conectar o celular em uma TV que não é smart é possível com o auxílio de alguns acessórios. Basta que a televisão tenha uma porta HDMI ou USB. Dependendo do método, o usuário consegue espelhar a tela do Android ou do iPhone e ver filmes, fotos e apps na telona.

O AppGeek mostra 5 formas de conectar o celular na televisão que qualquer um pode fazer. Escolha a sua preferida.

1. Chromecast

Chromecast

O Chromecast é o aparelho de streaming do Google que permite transformar qualquer televisão em uma smart TV. O dispositivo é capaz de transmitir a tela do smartphone ou tablet Android ou iOS para qualquer monitor com entrada HDMI. Inclusive aquela sua TV sem conexão com a internet.

Basta que o celular e o Chromecast estejam conectados à mesma rede Wi-Fi segura. O app roda apps instalados em seu smartphone. Se os programas forem compatíveis com a tecnologia, é possível continuar usando o aparelho normalmente enquanto assiste ao conteúdo na televisão.

Caso contrário, o aparelho é espelhado na telona e tudo que é feito no telefone é transmitido na televisão. A versão mais recente do dongle à venda no Brasil, o Chromecast 3ª Geração, pesa exibe imagens com qualidade de 1080p a 60fps e conta com conectividade com Wi-Fi 802.11ac (2,4 GHz/5 GHz).

Se quiser saber mais sobre o aparelho do Google, confira nosso guia Como o Chromecast funciona e transforma sua TV em smart.

2. Miracast

Imagem de divulgação do dongle anycast

Miracast é o de um protocolo padrão de transmissão sem fio de conteúdos multimídia. A tecnologia está presente em diversos dispositivos mais recentes, como TVs, celulares, e-readers, computadores etc. Esses aparelhos podem se conectar uns aos outros com o Wi-Fi Direct, que não requer conexão com a Internet.

Se sua TV conta com opções como Smart Share, All Share, Screen Share e semelhantes, provavelmente tem o recurso. Na dúvida, é possível pesquisar pelo seu aparelho na página do consórcio Wi-Fi Alliance.

Caso não tenha, há sticks que podem ser ligados ao televisor através da entrada HDMI, que adicionam a função ao aparelho. O AnyCast é um deles. O dongle possui Wi-Fi 802.11n (2.4GHz) integrado, bem como DLNA.

Diferentemente do ChromeCast, que conta com apps compatíveis que rodam enquanto se usa o celular, o Miracast garante apenas o espelhamento da tela. Ou seja, tudo que é feito no dispositivo móvel será exibido no televisão.

3. AirPlay

Imagem de divulgação da Apple TV

AirPlay é a tecnologia de transmissão multimídia sem fio criada pela Apple, que é restrita a aparelhos da empresa. Para seu iPhone à TV, é necessário que dispositivo com AirPlay esteja ligada à ela, através da entrada HDMI. E os dois devem estar ligados à mesma rede Wi-Fi.

A principal opção é a Apple TV, set-top box da marca que tem conectividade Wi‑Fi 802.11ac com tecnologia MIMO (2,4 GHz e 5 GHz). O acessório permite espelhar a tela do iPhone no televisor, reproduzindo tudo que se passa no smartphone na tela grande.

Como possui armazenamento (32GB ou 64GB), memória e processador próprios, os apps são instalados na própria Apple TV. Caso não esteja disposto a investir tanto, o dongle AnyCast também é compatível com o AirPlay. Mais simples, permite somente transmitir o que é feito no iPhone para a telona.

4. Cabo HDMI

Cabo HDMI enrolado em um fundo creme

A maioria das TVs de tela plana conta com, pelo menos, uma entrada HDMI. Essa porta garante a transmissão de conteúdos de vídeo e áudio ao mesmo tempo vindos da mesma fonte.

Para espelhar a tela do smartphone, precisará de um cabo que seja compatível com o celular e com a televisão. Há três opções existentes atualmente no mercado. Uma delas é o cabo Slim Port, que oferece entrada microUSB e saída HDMI, mas também VGA, DVI e DisplayPort.

Já o cabo MHL possui uma porta HDMI e uma Mini HDMI ou Micro USB. Dependendo do padrão MHL suportado por seu dispositivo móvel, é necessário manter o telefone ligado a uma fonte de energia enquanto o acessório estiver em uso.

Algumas empresas já produzem cabos com saídas HDMI e Micro USB tipo C. Porém, costumam ser mais caras e difíceis de encontrar. Se o seu aparelho tiver essa entrada, que vem sendo cada vez mais utilizada pelas fabricantes, a alternativa mais prática pode ser comprar um adaptador.

5. Cabo USB

Ponta de cabo USB em um fundo branco

O velho conhecido cabo USB também pode ser usado para exibir na TV arquivos de foto armazenados no celular. Para isso, basta que a televisão possua a entrada USB. Então, é conectar os dois aparelhos e rever momentos especiais na tela grande.

Será que devo comprar uma smart TV?

Para decidir se vale a pena ou não comprar uma smart TV, é preciso levar em conta alguns aspectos. Quem possui dongles como o ChromeCast ou um set-top box como a Apple TV, provavelmente não sentirá falta dos recursos oferecidos pelo televisor.

Esses acessórios têm praticamente tudo que uma smart tv possui. Com o diferencial de que podem ser controlados pelo smartphone. Isso, inclusive, torna muito mais fácil a pesquisa de um filme na Netflix ou de um vídeo no YouTube do que mover o cursor letra por letra com o controle remoto.

No entanto, não se pode negar a praticidade de ligar a TV, selecionar o app e já assistir ao que desejar. Sem contar que a conexão direta com a internet torna o carregamento dos conteúdos mais eficaz. Principalmente para quem não conta com uma rede Wi-Fi espetacular.

Se realiza a conexão via cabo, vale refletir o que compensa mais para si. Se prefere o conforto de ter os apps prontos para utilização assim que ligar a TV. Ou se o agrada mais a economia trazida pelo esforço de ligar um aparelho a ela, realizar a integração entre ambos e, só assim, começar a usar.

AppGeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.