TV Box: como funciona o aparelho que transforma qualquer TV em smart TV


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

A TV box é um dispositivo capaz de transformar uma televisão comum em Smart TV. Essas caixas funcionam de forma autônoma, com sistema operacional e apps próprios, não dependendo de outros aparelhos, como o celular, para operar. É necessário apenas um televisor e conexão com a internet.

Marcas como Apple, Xiaomi e Amazon fabricam equipamentos do tipo, que se destacam pelo suporte à tecnologia 4K e por serem fáceis de instalar. O AppGeek explica como funciona uma TV Box e tira as suas dúvidas antes de decidir se deve comprar uma.

O que é e como funciona?

Mão segura uma Mi Box em um fundo branco

A TV Box, também conhecida como set-top-box ou smart TV Box, é uma espécie de central de mídia capaz de transformar um aparelho de TV comum em uma smart TV. O equipamento garante o acesso à internet em televisões que não vêm com o recurso de fábrica.

Apesar de compactos, contam com sistema operacional, processador, placa de vídeo e memória próprios. Também costumam vir com um controle remoto para executar os comandos.

Para assistir a conteúdos através desses aparelhos, é preciso baixar os apps, como o da Netflix, Amazon Prime, YouTube, etc. Ou, então, abrir o navegador de internet integrado e acessar o site que desejar.

Sistemas operacionais

O sistema operacional que roda na TV Box varia de acordo com o modelo usado. Abaixo, listamos os três mais populares.

Android TV:

TV de tela plana exibindo tela inicial do sistema Android TV

É o sistema operacional do Google desenvolvido especialmente para TVs. Está presente em TV boxes de diversas marcas e também em televisões smart de fabricantes como Sony, Philco, Philips e TCL.

Os apps podem ser encontrados na Google Play Store, mesma loja dos aplicativos Android para celular. Isso facilita para que vários programas famosos para smartphone tenham uma versão para TV. Além disso, aplicativos do Google, como o YouTube e Chrome costumam vir instalados de fábrica no equipamento.

O aparelho conta ainda com o recurso Transmitir,que permite exibir conteúdos do smartphone e do PC para a televisão em apenas um clique. Sem “prender” o dispositivo, que pode continuar sendo usado normalmente durante a exibição.

Outros recursos:

  • Comandos de voz;
  • Compatível com TV ao vivo.

Fire OS:

Aparelho de TV de tela plana ligado na tela inicial do sistema Fire OS

Sistema operacional baseado em Android, disponível em Box TVs da Amazon e em televisores de marcas como Toshiba e JVC. Os aplicativos estão disponíveis na Amazon Appstore, onde o usuário encontra as principais opções serviços de streaming.

A integração com o smartphone é menos intuitiva, sendo possível via Bluetooth ou Wi-Fi, através do app da Fire TV para Android e iOS. Oferece ainda comandos de voz atendidos pela assistente Alexa e é compatível com transmissões de TV ao vivo.

tvOS

TV de tela plana ligada na tela inicial da Apple TV

É o sistema operacional da Apple TV, que oferece fácil integração com outros dispositivos da marca. Os apps estão disponíveis na App Store e, por isso, há versões para smart TV de diversos programas famosos.

Os comandos de voz são atendidos pela assistente Siri. E, apesar de acompanhar um controle remoto, é possível usar o iPhone para comandar o aparelho, além de transmitir fotos e vídeos via AirPlay.

Outros recursos:

  • Possibilidade de conectar dois pares de Airpods;
  • Compatível com Apple Arcade;
  • Compatível com controles de vídeo-game.

TV Box funciona em qualquer TV?

Sim, contanto que a TV tenha uma entrada HDMI, para permitir a conexão por cabo com a Box. Se a sua televisão não tiver, é possível comprar um adaptador de HDMI para AV.

Modelo de conversor de HDMI para AV
Exemplo de conversor de HDMI para AV

Esse tipo de conversor, que pode ser usado até mesmo em TV de tubo, consegue transformar o sinal digital (do HDMI) para analógico.

O que consigo assistir com a TV Box?

A maioria dos dispositivos de TV Box depende dos apps para que os usuários acessem aos conteúdos desejados. Ou seja, se quiser assistir a filmes e séries, deverá baixar o aplicativo que oferece esse tipo de serviço.

E o mesmo vale para exercícios físicos, ouvir streaming de música, jogar online, gerenciar as câmeras de sua casa, etc. Se quiser saber mais, nosso guia Apps para smart TV reúne as melhores opções para aproveitar ao máximo o aparelho.

E quanto aos canais abertos e fechados?

Mão segura controle de TV Box em primeiro plano e, ao fundo, há uma TV de tela plana ligada

Só é possível acessar a canais de TV abertos ou fechados se eles disponibilizarem aplicativos com a transmissão de conteúdos. É cada vez mais comum que usuários de TV por assinatura também tenham acesso à programação pelo do navegador de internet e apps dos canais.

Há quem recorra a apps ilegais que prometem a exibição de canais pagos desbloqueados. Vale lembrar que ao consumir esse tipo de conteúdo, a pessoa está cometendo crime de pirataria, sujeita a pena de 3 meses a 1 ano de prisão ou pagamento de multa.

Além disso, os fornecedores desses serviços não costumam estar preocupados com a segurança e privacidade de seus clientes. Portanto, ao baixar um app ilegal, além de cometer um crime, poderá colocar seus dados pessoais e bancários em risco.

Preciso pagar mensalidade?

TV de tela plana exibe sinopse de episódio de Friends na Netflix em sala aconchegante

Não e sim. Como já explicamos, as TV Box funcionam com base nos apps que o usuário baixa. Esse programas oferecem serviço muito variados, como streaming de vídeos, música, podcasts, atividades físicas, jogos, etc.

O não acima diz respeito ao equipamento. Diferentemente do que acontece com os decodificadores de TV a cabo ou modem de internet, que são entregues em consignação, depois que você compra a TV Box, ela é sua de vez.

Já o sim dependerá do tipo de conteúdo que vai assistir. Se quiser ver filmes e séries da Netflix, Amazon Prime ou Disney+, por exemplo, precisará pagar o valor de mensalidade ou anuidade cobradas por esses serviços.

Mas, se não estiver a fim de gastar, pode procurar por apps que oferecem conteúdos gratuitos. A maioria dos streamings de áudio, por exemplo, contam com planos grátis com anúncios. Assim como é possível assistir a vídeos, filmes, séries e mesmo TV ao Vivo no YouTube, Pluto TV e Viki Rakuten sem pagar nada.

Como instalar uma TV Box

Uma das vantagens de obter uma TV Box está na facilidade de instalação. Apesar de variar de um aparelho para outro, de modo geral, o processo é o mesmo para a maioria dos dispositivos.

1. O primeiro passo é conectar o dispositivo à fonte de alimentação de energia;

Esquema de instalação da Apple TV na TV
Reprodução/ Apple

2. Em seguida, com um cabo HDMI, conecte a box ao aparelho de TV. Lembrando que televisões sem entrada a entrada precisam de um adaptador de HDMI para AV;

3. É possível que apareça uma tela de configurações. Em geral, basta seguir os passos sugeridos, para selecionar idioma e escolher uma rede Wi-Fi ou Ethernet para se conectar à internet;

4. Conectado à internet, provavelmente precisará fazer mais alguns ajustes, relativos às preferências, e login em sua conta da Apple, Google, Amazon, etc.;

5. Depois, baixe os apps que deseja usar e aproveite a sua TV conectada à internet.

Principais modelos de TV Box:

Dentre os diversos modelos de Box TV disponíveis no mercado, alguns se destacam como os queridinhos. Confira a seguir quais são eles, suas especificações técnicas, além dos prós e contras.

Apple TV

Caixa da Apple TV com controle em um fundo branco

A Apple conta com duas versões de sua Box TV. A Apple TV HD e a Apple TV 4K, que têm como a principal diferença, a capacidade, qualidade de imagem e áudio e o tipo de Wi-Fi.

Apple TV HD:

  • Capacidade: 32 GB
  • Conectividade: HDMI 1.4, Wi-Fi 802.11ac com MIMO, Ethernet 10/100BASE-T, Bluetooth 4.0, receptor de infravermelho e USB-C.
  • Processador: Chip A8 com arquitetura de 64 bits
  • Sistema operacional: tvOS
  • Controle remoto: sim
  • Qualidade da imagem: até 1080p a 30fps
  • Áudio: som surround Dolby Digital Plus 7.1

Apple TV 4K:

  • Capacidade: 32 GB ou 64 GB
  • Conectividade: HDMI 2.0a, Wi-Fi 802.11ac com MIMO com duas frequências simultâneas (2,4 GHz e 5 GHz), Gigabit Ethernet, Bluetooth 5.0, receptor de infravermelho.
  • Processador: Chip A10X Fusion com arquitetura de 64 bits
  • Sistema operacional: tvOS
  • Controle remoto: sim
  • Qualidade da imagem: até 2160p a 60fps
  • Áudio: som surround Dolby Digital Plus 7.1 e Dolby Atmos

Prós:

  • Sistema integrado aos outros dispositivos da Apple;
  • Qualidade de imagem em HD e em 4K, dependendo do modelo adquirido;
  • Compatibilidade com jogos multiplayer;
  • Grande variedade de apps disponível;
  • Apple TV 4K permite conectar até dois pares de fones de ouvido.

Contras:

  • Preço;
  • Não é compatível com dispositivos que não sejam da Apple.

Mi Box S

Caixa e controle do Mi Box S em um fundo branco

A Mi Box S é uma Box TV da marca Xiaomi equipada com Android. Oferece fácil integração com apps que usam o sistema operacional móvel do Google, conta com Chromecast integrado e resolução de imagem em 4K.

  • Capacidade: 8GB eMMC
  • Processador: Cortex-A53 Quad-core 64bit
  • Memória RAM: 2GB DDR3
  • Conectividade: Wi-Fi: 802.11a/b/g/n/ac (2.4GHz/5GHz), Bluetooth 4.2, HDMI 2.0a e
  • USB 2.0.
  • Sistema operacional: Android 8.1
  • Qualidade da imagem: até 2160p a 60fps
  • Áudio: Dolby e DTS
  • Controle remoto: sim

Prós:

  • Oferece qualidade 4K a um preço bem abaixo ao da Apple TV;
  • Compatível com smartphones de várias marcas que rodem Android;
  • Grande variedade de apps disponível;
  • Chromecast integrado (garante transmissão de conteúdo e espelhamento em um toque).

Contras:

  • Ainda não oferece o sistema Android TV, mas, sim, uma versão do Android adaptada;
  • Há uma versão mais recente, com Android TV e tecnologias mais atuais, mas ainda não está à venda no Brasil.

Fire Stick TV

Fire TV stick e controle em um fundo branco

O Fire TV Stick é um dispositivo da Amazon e, diferente dos demais modelos, é conectado diretamente na TV. No entanto, diferentemente de outros sticks, como o Chromecast, não depende do seu smartphone para executar as ações.

Fire TV Stick e Fire TV Stick Lite

  • Capacidade: 8GB
  • Processador: Quad-core 1.7 GHz
  • Conectividade: Wi-Fi: 802.11a/b/g/n/ac, Bluetooth 5.0, Bluetooth Low Energy, Saída HDMI; micro USB apenas para recarregar.
  • Sistema operacional: Fire OS
  • Qualidade da imagem: 1080p e 720p até 60 fps
  • Áudio: Dolby Digital, Dolby Digital+ e Dolby Atmos
  • Controle remoto: sim

A principal diferença entre os dois modelos está no controle remoto. O Fire TV Stick conta com atalhos para os apps da Netflix, Disney+, Prime Video e Amazon Music. Além disso, oferece suporte a comandos de voz também para a TV, como aumentar e diminuir o volume e ligar e desligar o aparelho.

Fire TV Stick 4K

  • Capacidade: 8GB
  • Processador: Quad-core 1.7 GHz
  • Conectividade: Wi-Fi: 802.11a/b/g/n/ac, Bluetooth 5.0, Bluetooth Low Energy, Saída HDMI; micro USB apenas para recarregar.
  • Sistema operacional: Fire OS
  • Qualidade da imagem: 2160p, 1080p e 720p até 60 fps
  • Áudio: Som surround Dolby Atmos, 7.1, 2 canais estéreo
  • Controle remoto: sim

Prós:

  • Preço;
  • Compacto;
  • Qualidade de imagem em HD e em 4K, dependendo do modelo adquirido;
  • Controle do Fire TV Stick e Fire TV 4K tem atalhos para principais apps de streaming.

Contras:

  • Integração com dispositivos Android ou iPhone é menos intuitiva;
  • Loja de apps da Amazon tem menor variedade de apps.

Mxq Pro 4K

Box e controle do Mxq Pro 4K

Apesar do nome, o Mxq Pro 4K não permite assistir a vídeos de serviços de streaming em resolução 4K. A resolução vale apenas para arquivos salvos no aparelho ou proveniente de fontes externas.

O aparelho se tornou popular devido ao custo baixo para transformar uma TV comum em smart. Também pode ser usado para armazenar e reproduzir arquivos de vídeos e fotos.

No entanto, por ser um produto básico, algo com um desempenho robusto. Relatos sobre travamentos são comumente encontrados em uma simples pesquisa na internet.

  • Capacidade: 64 GB
  • Processador: RockChip Quad Core ARM CORTEX-A71200 MHz
  • Conectividade: Wi-Fi, Ethernet, 4 entradas USB, HDMI, cartão de memória de 32 GB, Rca 3x1 (AVI) e P2 (fone de ouvido).
  • Sistema operacional: Android
  • Qualidade da imagem: de 720p a 2160p
  • Controle remoto: sim

Prós:

  • Preço:
  • Qualidade 4K para vídeos e fotos armazenados no aparelho;
  • Permite armazenar arquivos;
  • Compatível com cartão de memória, pen drives e HDs externos.

Contras:

  • Não suporta 4K para streaming de vídeo;
  • Hardware fraco;
  • Produto de marca chinesa, sem suporte técnico no Brasil.

O que levar em conta antes de comprar uma TV Box?

Antes de decidir qual TV Box comprar, é importante levar em conta os equipamentos que tem em casa e avaliar quais são as suas necessidades. Se a sua TV não for compatível com resolução de imagem em 4K, não adianta investir em uma caixinha que ofereça a tecnologia.

Afinal, a televisão não conseguirá exibir os vídeos, fotos e jogos com a qualidade de 2160p se a sua tecnologia só permitir entregar 1080p.

Outro fator que precisa considerar é a sua conexão com a internet. Rodar vídeos em altíssima resolução consome bastante banda e, caso você não tenha um plano bom o suficiente, terá dores de cabeça com travamentos. Ou precisará se contentar em assistir aos conteúdos com uma qualidade inferior àquela que desejava.

Confira a seguir a recomendação de velocidade de banda mínima recomendada pela Netflix para assistir a filmes e séries no serviço de streaming.

  • 0,5 megabits por segundo – Velocidade de conexão de banda larga necessária
  • 1,5 megabits por segundo – Velocidade de conexão de banda larga recomendada
  • 3,0 megabits por segundo – Recomendada para qualidade SD
  • 5,0 megabits por segundo – Recomendada para qualidade HD
  • 25 Megabits por segundo – Recomendada para qualidade Ultra HD

ApGeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, escreve sobre tecnologia há sete anos. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.