Os 14 melhores jogos para se divertir no Android em 2019


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

Os melhores jogos para Android são definidos anualmente pelo Google através do Google Play Award. Em 2019, ocorreu a quarta edição da premiação, que de acordo com a empresa “destaca os desenvolvedores que buscam qualidade e impulsionam a inovação" no sistema operacional.

O prêmio contempla 9 categorias, das quais duas são voltadas especialmente para games: Jogo mais inovador e Jogo mais bonito. As demais englobam todos os tipos de apps - inclusive os de jogos.

São elas: App mais inovador, Melhor experiência para mercados emergentes e Melhor experiência de acessibilidade. Também são avaliadas as categorias de Melhor impacto social, Melhor experiência de acessibilidade, Melhor app de bem-estar. Por fim, aparecem aqueles que oferecem Melhor experiência de sala de TV e o mais inventivo.

Para quem gosta de se divertir jogando no celular, o AppGeek reuniu os melhores jogos para Android de 2019 separados por categorias. Confira!

Jogo mais inovador

1. Marvel Strike Force: vencedor da categoria

O Marvel Strike Force é jogo de RPG gratuito que reúne os heróis e vilões da franquia no combate a uma nova ameaça que coloca a Terra em perigo. Para vencer, o jogador precisa bolar táticas de batalhas.

Marvel Strike Force

Selecionar bem a equipe, composta por mocinhos e bandidos, e seus equipamentos faz parte do esquema. Assim como na maior parte dos títulos do gênero, cabe ao usuário apenas tomar uma decisão e os personagens agem de forma independente, de acordo com a escolha feita.

Os gráficos do game merecem destaque pelas imagens em 3D de altíssima qualidade e bastante realistas.

Algo que é importante estar atento: o título faz o download de dados constantemente. Portanto, a melhor opção é utilizá-lo somente quando estiver conectado a uma rede Wi-Fi ou se seu pacote de dados do smartphone não tiver limite.

2. Free Fire

Também indicado na categoria de Apps com melhor experiência para mercados emergentes, o Free Fire é ideal para quem gosta de ação e adrenalina, mas não é fã de games que demoram muito para chegar ao ápice. Cada jogo dura, no máximo, 10 minutos e é preciso lutar para sobreviver em uma ilha com outros 50 jogadores.

A estratégia lembra bastante a do famoso game online Fortnite. No Free Fire, o usuário pode escolher um personagem feminino ou masculino, seu nome, roupas e acessórios. Tem ainda liberdade de selecionar de que ponto do mapa deseja começar a sua batalha a tiros contra os rivais.

Free Fire

Também é possível jogar em equipes de até 4 pessoas. Além de ficar atento e buscar se proteger em trincheiras e moitas, para sobreviver é necessário saquear o armamento dos inimigos, juntar equipamentos e dirigir para explorar a ilha. Mas não esqueça do seu principal objetivo: ser o último a resistir.

Atenção: o jogo é grande e sugerimos que o download seja feito somente em uma rede Wi-Fi. As atualizações dentro também podem consumir bastante dado e, por isso, evite fazê-las se estiver usando seu pacote de dados móveis.

3. Old School RuneScape

Como o próprio nome sugere, o Old School RuneScape conta com gráficos que remetem ao visual dos games mais antigos. De acordo com os desenvolvedores, o jogo de MMORPG é baseado em um título homônimo lançado em 2007.

O usuário pode montar o seu personagem com detalhes como gênero, estilo de cabelo, formato do torço, tamanho dos pés, entre outros. Depois, é necessário seguir as instruções para explorar a ilha dos Fósseis, enfrentar a floresta Karamjan ou desbravar o deserto de Kharidian.

Old School RuneScape

Ao todo, são centenas de missões, nas quais se precisa aprender a dominar 23 tipos de habilidades. O que destaca Old School RuneScape de outros jogos do gênero é o fato de que os novos conteúdos são incluídos a partir dos votos dos gamers. Desde 2013, mais de mil novidades foram acrescentadas a partir da escolhas dos usuários.

4. Harry Potter: Hogwarts Mystery

O game de RPG Harry Potter: Hogwarts Mystery foi destaque em nossa lista de jogos de Harry Potter para celular. O título permite sentir como é estudar na na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Harry Potter

No jogo, o usuário cria seu próprio personagem, que passa por experiências como compras de materiais do Beco Diagonal, escolha de casas feita pelo Chapéu Seletor e partidas de Quadribol.

Também é necessário formar aliados e fazer amizades, assim como participar de aulas essenciais para a formação de um bruxo, como Herbologia e Feitiços.

Jogo mais bonito

5. Shadowgun Legends: vencedor da categoria

Gosta da temática futurística, mas também não abandona um bom jogo de tiro? Saiba que este título reúne as duas propostas em um game multiplayercooperativo. O jogador faz parte do Shadowgun Legends, grupo de guerreiros que precisa defender a galáxia de um ataque alienígena.

SHADOWGUN LEGENDS

De acordo com os desenvolvedores, são mais de 200 missões, envolvendo quatro planetas. É possível se aventurar sozinho, interagir com outros jogadores e também formar a sua própria equipe de combate.

Além disso, há mais de 600 tipos de armas disponíveis, como metralhadoras, espingardas, fuzis e até lançadores de foguetes. Há ainda mais de 1.000 peças de armadura e 250 itens e acessórios para personalizar o visual do seu guerreiro.

6. Asphalt 9: Legends

Asphalt 9: Legends é um jogo de corrida que poderá realizar o seu sonho (mesmo que virtualmente) de conduzir um supercarro em diversas pistas ao redor do mundo. Como o próprio nome sugere, aqui só há espaço para as lendas, como modelos Ferrari, Porsche e Lamborghini.

Asphalt 9

Ao todo, são 50 opções de automóveis totalmente personalizáveis, de acordo com a preferência do jogador. Além de máquinas incríveis, o game permite guiar por paisagens incríveis e enfrentar até 8 outros pilotos pelo modo multiplayer.

De acordo com os desenvolvedores, o desafio conta com 60 temporadas, que englobam cerca de 800 corridas. Tudo isso através de gráficos 3D superrealistas, que prometem uma grande imersão nessa corrida estilo arcade.

7. Badland Brawl

Badland Brawl é um game de estratégia player vs player, ou seja, no qual você enfrenta outros jogadores em tempo real. Apesar de ter uma jogabilidade fácil, não se engane, pois seu objetivo é criar reações em cadeia baseando-se na Física.

Para isso é necessário combinar seus clones para derrubar as torres inimigas em dezenas de cenários diferentes. Também é preciso defender a sua própria construção, através de planejamento tático.

Badland Brawl

Para isso, pode usar de flechas, bombas, drones, além de personagens com Baterdozito e Ferreirão, que ajudam na proteção do seu território e na demolição do inimigo. Em Badland Brawl, o usuário pode jogar sozinho ou formar uma equipe com seus amigos e enfrentar outros grupos.

8. Chuchel

Chuchel é um herói, no mínimo, diferente. Laranja e topetudo, o personagem, juntamente com o rival Kekel, segue em busca da cereja preciosa. Para isso, o jogador precisa ajudá-lo a enfrentar quebra-cabeças e desafios.

Chuchel

Voltado para o público infantil, o jogo apresenta um visual lúdico belíssimo. Os desenvolvedores da Amanita Design prometem situações engraçadas, músicas loucas e diversas piadas.

Chuchel é um dos poucos apps pagos da lista.

9. Gorogoa

Gorogoa é um jogo de quebra-cabeça nos quais o usuário pode montar painéis complexos a partir dos desenhos feitos à mão pelo artista Jason Roberts. Segundo os criadores, o app é uma forma de expressão artística.

Gorogoa

Mais do que ganhar algo, o importante é que o resultado satisfaça o jogador-artista. Gorogoa também é pago.

Extras

O Google Play Award premia não apenas os games, mas todos os tipos de apps. Listamos abaixo os indicados em categorias não voltadas especificamente para jogos e que também são destaque em 2019.

10. Tick Tock: A Tale of Two (vencedor da categoria App mais inventivo)

Como o nome já indica, Tick Tock: A Tale of Two é um game para jogar em dupla. Através de ligação telefônica ou chat, os jogadores devem se ajudar para resolver os desafios, uma vez que nenhum dos dois tem uma visão completa do que se passa.

Tick Tock

O enredo acontece dentro de um relógio místico, no qual os gamers precisam solucionar quebra-cabeças que ficam cada vez mais complexos. Alem dos dispositivos móveis, o game também é compatível com Windows e Mac OS.

Vale destacar que Tick Tock: A Tale of Two é pago e precisa ser instalado nos dispositivos de ambos os jogadores.


11. Cube Escape: Paradox (indicado à categoria de App mais inventivo)

O game de raciocínio Cube Escape: Paradox é o décimo da série e conta com interações com um curta-metragem Paradox. O jogo conta com dois capítulos, um gratuito e outro pago, e é todo ilustrado por pinturas feitas à mão pelo artista holandês Johan Scherft.

Cube Escape

Nesse título, o detetive Dale Vandermeer acorda em uma sala e não consegue se lembrar de como chegou por ali. Para escapar e recuperar a memória, precisa desvendar uma série de pistas encontradas no local. Para isso, precisa abrir gavetas e armários, ver pela fechadura, desvendar mensagens e coletar objetos.

12. Enterre moi, mon Amour (indicado à categoria de Melhor impacto social)

O enredo de Enterre moi, mon Amour é inspirado em uma história real. Mais especificamente em uma reportagem da jornalista Lucie Soullier, que conta a história de um jovem sírio que fugiu do país e mantém contato com a família através de um app de bate-papo.

No game, o jogador vive na pele de Majd, marido de Nour, refugiada síria que tenta chegar à Europa. Os dois permanecem em contato através do WhatsApp e cabe ao esposo dar dicas para que ela consiga alcançar o continente em segurança. Para isso, trocam mensagens, emojis e fotos.

Enterre moi

De acordo com os desenvolvedores, cada escolha feita pode desencadear em algo significativo na história. São 50 opções diferentes de países e 19 desfechos distintos que a jornada pode ter.

Enterre moi, mon Amour é um game pago.


13. Think!Think!: Brain training games for kids (indicado à categoria de Melhor impacto social)

Think!Think!: Brain training games for kids é um jogo desenvolvido por professores com o objetivo de auxiliar o desenvolvimento de habilidades intelectuais em crianças de 6 a 12 anos.

De acordo com os criadores, estão disponíveis mais de 100 opções de minigames com centenas que fases que buscam ajudar os pequenos a enfrentarem desafios mentais.

Think! Think!

O visual lúdico e a trilha sonora infantil transformam exercícios de raciocínio lógico em uma divertida brincadeira. O usuário pode usar a versão gratuita ou aderir a um dos dois pacotes pagos disponíveis.

Cada dispositivo pode ter até seis usuários, que jogam até três vezes ao dia. Um pequeno porém é que as atividades são todas em inglês, portanto, é necessário que o jovem tenha domínio do idioma ou tenha sempre ao lado alguém que possa auxiliá-lo com a tradução.

14. My Oasis - Tap Sky Island (indicado à categoria de Melhor app de bem-estar)

Diferentemente da maioria dos games, em My Oasis - Tap Sky Island o objetivo não é vencer ou ser o melhor. O game foi criado pensando no relaxamento do usuário, principalmente daqueles que precisam dar uma pausa na correria do dia a dia.

De acordo com os criadores, não há qualquer elemento no título que possa causar, mesmo de maneira mais remota, algum tipo de estresse no jogador. Aqui, o objetivo é criar o próprio oasis interagindo com animais e a natureza, com amor e carinho.

My Oasis

Enquanto se cria o espaço, é possível ouvir a músicas tranquilizadoras e ler mensagens de incentivo e apoio. No entanto, a ausência de ação pode deixar algumas pessoas frustradas.

My Oasis - Tap Sky Island é gratuito, mas conta com opções de compra de recursos para a construção do oasis dentro do app.

Fez o download de muitos jogos e se arrependeu? Confira então como desinstalar vários apps de uma vez no Android.

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista formada pela UFRJ, já trabalhou com assessoria de imprensa, comunicação interna e há sete anos escreve sobre tecnologia - sua verdadeira paixão. Carioca, atualmente, vive em Portugal, país que adotou. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e fazer maratonas de séries. O Instagram é sua rede social favorita, mas é o WhatsApp quem a salva das saudades de quem ficou no Brasil.