5 apps para descobrir senha de Wi-Fi em qualquer lugar


Taysa Coelho
Taysa Coelho
Jornalista

Descobrir a senha do Wi-Fi de locais públicos pode ajudar a economizar os dados móveis quando estiver na rua. Principalmente se quiser fazer videochamadas ou assistir a vídeos e séries online.

Por isso, reunimos os 5 melhores apps que revelam as senhas de acesso legalmente no Android e no iPhone.

Instabridge

Descobrir senha de WiFi com o Instabridge

São os próprios usuários do Instabridge que informam as senhas de redes Wi-Fi de restaurantes, lojas ou outros locais públicos. Graças à sua grande comunidade, o serviço reúne mais de 10 milhões de redes cadastradas.

O app conecta o seu telefone automaticamente ao Wi-Fi, mas, se quiser entrar manualmente, também é possível. O aplicativo mostra ainda o endereço exato do local e informa se o sinal costuma funcionar bem ou não.

Através de um mapa, são exibidas redes e senhas do mundo todo. Se for viajar, pode baixar as informações sobre o Wi-Fi da região para aonde irá e, assim, jamais ficará sem internet na rua.

  • Instabridge (grátis, mas oferece compras no app): Android | iOS

‎WiFi Map

Descobrir a senha do Wi-Fi com o app WiFi Map

O WiFi Map se define como uma rede social de compartilhamento de senhas de Wi-Fi em locais públicos. É possível checar aquelas em sua proximidade ou pesquisar por cidades em qualquer lugar do mundo.

O app permite filtrar por todas as redes, as conectadas recentemente ou apenas as velozes. Os usuários podem ainda baixar mapas para acessar offline e não ficar sem internet quando for viajar ou se estiver sem 4G.

  • WiFi Map (grátis, mas oferece compras no app): Android | iOS

WiFi Magic

App de compartilhamento de senhas de Wi-Fi WiFi Magic

WiFi Magic é mais uma opção de app colaborativo, em que os usuários compartilham senhas de redes públicas uns com os outros. Além do código, é possível ainda incluir fotos e comentários em seus pontos de acesso preferidos.

O serviço permite conectar-se sem sair do app ou copiar a senha e fazer a conexão manualmente. A quantidade de redes cadastradas impressiona, mesmo em locais mais remotos.

Se for viajar, pode optar por salvar todos os hotspots do destino para acessá-los offline.

  • WiFi Magic (grátis, mas oferece compras no app): Android | iOS

Wiman

App de compartilhamento de senha de WiFi Wiman

Apesar de ter uma comunidade menor que os demais apps da lista, o Wiman é uma das opções mais intuitivas e fáceis de usar. Aqui também são os próprios usuários que compartilham as senhas de Wi-Fi de locais públicos, como restaurantes, hotéis, cafés, lojas, etc.

O aplicativo, inclusive, permite filtrar de acordo com os estabelecimentos. A visualização pode ser feita em lista ou por mapas. Para não ficar na mão, é possível baixar o mapa de Wi-Fi por região e ter acesso às informações mesmo offline.

WiFi Finder

App para usar Wi-Fi grátis WiFi Finder

Diferentemente de outros apps da lista, o WiFi Finder não revela as senhas, mas o conecta automaticamente a redes públicas. Os usuários cadastram os códigos de acesso e o app realiza a conexão naqueles que estiverem ao alcance deu seu celular.

Além de informar onde conseguir Wi-Fi, o aplicativo mostra no próprio mapa a rede tem boa velocidade de download e upload, com as cores vermelho, amarelo ou verde. É possível filtrar os estabelecimentos por categorias, como restaurantes, hotéis, bares, etc.

Os mapas offline estão disponíveis apenas na versão paga.

  • WiFi Finder (grátis, com compras no app): Android | iOS

Cuidados ao acessar redes públicas

Computador, celular, tablet, internet WIFI

As redes de Wi-Fi públicas podem ser muito úteis em situações em que o pacote de dados acaba ou o 4G perde o sinal. No entanto, especialistas em segurança afirmam que o nível de proteção dos usuários em redes compartilhadas é baixo.

Pessoas mal-intencionadas conseguem facilmente intermediar as informações enviadas do seu dispositivo ao servidor de um site, por exemplo. Ou, até mesmo, visualizar tudo o que é feito na tela do seu celular ou computador.

Simples medidas podem ajudar a reduzir os riscos. As dicas são das empresas de cibersegurança Norton e Kaspersky:

  • Nunca permita que o dispositivo se conecte automaticamente a uma rede pública;
  • Não faça login em apps que tenham informações importantes. Se for realmente necessário, veja se o que deseja não pode ser feito através de um site que comece com https (não http). A sigla no início do endereço indica uso de protocolo de segurança que adiciona camada extra de proteção;
  • Se possível, use uma VPN (Virtual Private Network). Apps com esse recurso criam uma rede virtual privada, bem mais difíceis de ser interceptada por criminosos;
  • Não faça login em sites de serviços importantes, como bancos, rede com dados de sua empresa, etc.;
  • Desligue o Wi-Fi e o Bluetooth quando não estiverem sendo usados.

AppGeek recomenda:

Taysa Coelho
Taysa Coelho
Movida pela curiosidade, adora conhecer coisas novas e acredita que, por isso, se tornou jornalista. No tempo livre, gosta de ir à praia, ler, ver filmes e maratonar séries. Carioca formada pela UFRJ, atualmente vive em Portugal, país que adotou.